Teste vocacional realmente funciona?

Home  »  Teste Vocacional   »   Teste vocacional realmente funciona?
jovem estudando, teste vocacional

Final do ensino médio chegando, vestibular batendo à porta e, mesmo assim, não saber por qual caminho seguir, ou seja, qual faculdade escolher e em que profissão atuar pelo resto da vida. Pois é, essa é a realidade de muitos estudantes ao fim do período escolar. E você, já decidiu que curso de faculdade prestar?

A boa notícia é que, apesar da necessidade de ter que tomar uma decisão tão séria, em uma fase inicial da vida, nada é imutável. As pessoas podem descobrir, em um momento mais maduro que o seu perfil se encaixa melhor em outra área. Mas, para evitar perda de tempo e esforços, existem instrumentos que podem facilitar bastante esse trabalho, a exemplo do teste vocacional.

Como há muitas dúvidas e questionamentos a respeito de sua eficácia e de como funciona o teste vocacional, no post de hoje abordaremos tudo o que você precisa saber sobre o teste de orientação vocacional e se os seus resultados realmente funcionam. Ficou curioso? Então siga a leitura e confira!

Teste vocacional funciona?

Ao pensar em testes vocacionais, é importante ter em mente que eles são uma ferramenta de avaliação que cruza o perfil obtido com as suas respostas, com as características básicas de cada profissão e, a partir daí, indica as carreiras que mais condizem com os seus atributos.

Isso significa que, não podemos afirmar que todos eles funcionam, nem que a sua escolha deva ser tomada apenas com base nesse resultado. Afinal, nada impede que você tome novos rumos no futuro e seja bem-sucedido.

O mais importante é a pessoa ter em mente que, independentemente da forma escolhida pelo, se o teste vocacional online ou presencial, eles podem sim servir como uma fonte de inspiração, mostrar diferentes perspectivas, direcionar para boas oportunidades.

Um dos fatores primordiais para extrair respostas produtivas de um teste vocacional é a contribuição do examinado. Caso não haja um comprometimento com a sinceridade das respostas, ou a atenção necessária para compreender o que exatamente o questionário está perguntando, impede um resultado de qualidade.

Ademais, saiba que o teste vocacional não é uma solução mágica para dúvidas. Quanto mais a pessoa conhecer sobre suas preferências, habilidades e também sobre que profissões pode seguir, maiores as chances de acertar nas escolhas.

O que é analisado em um teste vocacional completo?

Existem diferentes instrumentos de pesquisa que são utilizados para o levantamento das vocações e habilidades de um indivíduo para o trabalho. Mas, no que diz respeito aos testes vocacionais, a maioria deles é norteada pelos estudos do psicólogo John Holland, em 1959, com o trabalho que ficou conhecido como Teoria das Personalidades Vocacionais e dos Ambientes Profissionais.

Segundo as considerações de Holland, o sucesso profissional seria resultado da expressão de 5 dimensões do ser humano, sendo elas:

Perfil psicológico

O perfil psicológico consiste em uma das primeiras análises realizadas dentro de um teste vocacional. Nesse contexto, embora as afinidades com cada área sejam uma ponte de ligação com determinados padrões de comportamento, cada indivíduo apresenta um modo de ser e agir únicos.

Assim, é com base no levantamento desse perfil que se procura em qual categoria de profissional aquela pessoa melhor se encaixa, bem como nas suas possíveis atitudes diante das mais variadas situações no seu dia a dia de trabalho e, principalmente, na sua forma de lidar com os obstáculos.

Entender o perfil psicológico do candidato é, portanto, uma importante medida para assegurar a eficiência do teste vocacional. Ele revela traços importantes do caráter e das emoções do indivíduo.

Preferências pessoais

Outro fator que teste vocacional também leva em consideração são as suas preferências. Ao contrário do que muitos podem pensar, os gostos pessoais podem dizer muito sobre as perspectivas de futuro de uma pessoa. Desse modo, neste quesito estão elencados aspectos como:

  • hobbies;
  • estilo musical preferido;
  • motivação para prática de esportes;
  • forma como você se relaciona com as pessoas à sua volta;
  • estilo para se vestir;
  • perfil de viagem favorito, dentre outros.

Habilidades natas

O segredo de uma carreira bem-sucedida em muito é influenciado pelo esforço, dedicação, e experiências adquiridas ao longo da vida. Entretanto, existem outros fatores que podem fazer uma grande diferença ou, pelo menos, serem um facilitador para o seu destaque no mercado de trabalho.

Por esse motivo, nos testes vocacionais sempre se busca conhecer quais são esses dons, a fim de direcionar o indivíduo para as vocações que ele já possui, e muitas vezes nem as conhece.

Se você é péssimo em matemática, por exemplo, enfrentará muitas dificuldades ao cursar uma faculdade de Engenharia. E é justamente por esse motivo que muitas pessoas acabam desistindo da graduação, pois se sentem desmotivadas.

Na outra mão, o fato de se interessar ou gostar de determinada área não significa que a pessoa tem aptidão para aquela carreira; talvez as habilidades natas dela sejam para outro ramo.

Objetivos gerais

Ainda que seja difícil pensar sobre nossos sonhos e metas de futuro em um momento tão cedo da vida, como na fase pré-vestibular, ponderar sobre isso agora tem um resultado bastante positivo para alguns anos adiante. Logo, o alcance do máximo de eficácia ao resultado do teste vocacional vem com o levantamento dos objetivos gerais do candidato; compreender tais informações é uma medida indispensável.

Personalidade

No quesito personalidade, será avaliado o conjunto de qualidades e defeitos que nos definem. Essa investigação é feita por meio de perguntas aparentemente sem nenhum nexo, como por exemplo — “quando alguém abre a sua bolsa, quais os objetos encontrados?” ou “o que você levaria para passar um final de semana em uma ilha deserta?”.

Nesse tipo de questionamento, é possível descobrir muitas informações valiosas sobre a sua personalidade e onde você melhor se encaixa na sociedade.

Quais cuidados devem ser tomados ao fazer teste vocacional?

O primeiro cuidado para se ter em mente em relação ao teste vocacional é que a sua decisão sobre qual carreira seguir não pode ser baseada exclusivamente nele.

Suponhamos uma pessoa carrega o sonho de fazer faculdade de Medicina desde a infância, mas, ao fazer um teste vocacional rápido, o resultado indique um talento para profissões do ramo da comunicação — publicidade, marketing, jornalismo, cinema, teatro etc.

Isso não quer dizer que o seu encantamento pela medicina deve ser abandonado, ou o que somente dentro de uma das carreiras apontadas pelo teste que você será bem-sucedido.

Outra dica importante é programar o momento mais tranquilo para realizar o seu teste. Se for feito um teste vocacional grátis online, por exemplo, reserve uma hora do seu dia em que você não será incomodado. Caso a intenção seja agendar com um profissional especializado, ou seja, uma avaliação presencial, procure não marcar compromissos em horários muito próximos.

Quando o candidato está ansioso para terminar logo, naturalmente ele não fará uma leitura atenta do questionário e, por causa de pequenos detalhes, pode, sem querer, acabar marcando respostas que não condizem com sua personalidade, o que prejudica a credibilidade do resultado.

Como mencionado, o teste vocacional não é um elemento suficiente para afirmar que determinado caminho é a melhor opção para vida profissional de uma pessoa. Afinal, o ser humano vive em um constante processo de evolução e pode mudar sua maneira de agir e pensar ao longo do tempo. Porém, quando observadas tais precauções, o teste se torna um verdadeiro aliado para sua tomada de decisão.

Para que serve o teste vocacional?

O teste vocacional é uma ferramenta altamente utilizada para direcionar a escolha de uma profissão que mais combine com a personalidade da pessoa avaliada — ele pode ser entendido como um recurso que serve para apontar possíveis caminhos para o sucesso profissional.

Trata-se de um trabalho que surgiu a partir das pesquisas da Psicologia em busca da compreensão do comportamento humano e, a partir daí, começou a fazer parte de um processo de investigação da compatibilidade de cada indivíduo com as áreas de atuação disponíveis no mercado.

É, portanto, um instrumento hábil para testar interesses e aptidões do examinado, bem como indicar as suas possíveis vocações.

O que posso concluir do resultado do teste vocacional?

A definição de sucesso e satisfação na carreira é algo extremamente subjetivo e que depende de muitas circunstâncias que vão além do que o teste vocacional profissional pode prever.

Diante desse cenário, é importante entender que o resultado do teste vocacional é uma orientação positiva, e que pode sanar diversas dúvidas, mas ele não é uma verdade absoluta. Acima de tudo, fazer teste vocacional pode despertar um interesse para o autoconhecimento e para explorar todas as conjunturas das suas possíveis áreas de atuação.

Um teste vocacional completo não obriga ninguém a seguir determinado o caminho para se sentir realizado, mas gera uma ótima oportunidade para ampliar os seus olhares e abrir o leque de opções.

Qual é o melhor teste vocacional?

Visto que existem diferentes tipos de testes vocacionais, desde testes gratuitos online até teste com orientação vocacional guiado por um psicologo especializado na área, cada aluno deve buscar a alternativa mais adequada às suas condições e necessidades.

Entenda mas sobre os diferentes tipos, abaixo.

Tipos de teste vocacional

escrevendo, teste vocacional

Apesar de haver inúmeros estudos científicos sobre a personalidade humana e a forma como essas características influenciam na sua profissão, no que diz respeito ao teste vocacional, são encontradas três modalidades distintas no mercado. Veja como fazer teste vocacional:

Teste vocacional online

Graças aos avanços da tecnologia, especialmente à internet, os estudantes hoje têm acesso a inúmeros testes vocacionais grátis disponíveis na rede. E apesar de os testes online não realizarem uma investigação aprofundada de detalhes individuais, eles dependem de respostas vinculadas a perfis, da mesma forma que os demais testes aplicados por profissionais.

Os testes vocacionais online são uma forma prática e rápida para auxiliar na sua escolha. A dica para aproveitar o máximo desse potencial é responder ao questionário com bastante atenção e, com o resultado em mãos, fazer um estudo de cada área apontada para verificar qual é mais compatível com as suas preferências e perspectivas.

Teste vocacional: psicologia

Os testes com o psicólogo têm como base os mesmos princípios da modalidade online. A diferença é que esses, realizados por um profissional especializado, são um pouco mais complexos e capazes de identificar características únicas, isto é, em regra eles são mais personalizados.

Esse método é iniciado a partir de uma entrevista com o psicólogo, e depois a pessoa é submetida a uma série de dinâmicas, no intuito de revelar seus interesses e respectiva compatibilidade com as aptidões.

Ao final, serão apresentadas as opções de carreira e o resultado costuma vir acompanhado de um estudo sobre cada uma das profissões que o aluno pode seguir. Ademais, a conclusão desse teste pode levar ao encontro com algumas áreas que até então nem eram consideradas.

Orientação profissional

Orientação profissional é um processo distribuído em sessões, em grupos ou individuais, e tem por objetivo instigar a reflexão pessoal, para que possa ser desenvolvido o autoconhecimento e o discernimento sobre a realidade profissional.

No método de orientação profissional, é o próprio aluno quem chega a uma conclusão. Aqui é desenvolvida a capacidade de percepção de vida, do mercado de trabalho; ela vai ampliar a sua visão e treiná-lo para saber identificar boas oportunidades. Por essa razão, seus benefícios refletem muito além da escolha de uma carreira.

Por todo o exposto, podemos concluir que o teste vocacional é uma ferramenta bastante relevante para as pessoas conhecerem suas habilidades e, principalmente, saberem onde depositar suas energias em busca da realização na vida profissional. Porém, ele não elimina do candidato a responsabilidade da sua escolha; ao contrário, o teste vocacional é um aliado que traz segurança no momento da tomada de decisão. Os testes vocacionais funcionam, mas é preciso adequá-los às caraterísticas de cada caso, com a devida seriedade também por parte dos estudantes.

Gostou do artigo? Ele conseguiu esclarecer suas dúvidas sobre os métodos auxiliares para se definir uma profissão? Agora que você já conhece como os testes vocacionais realmente funcionam, que tal fazer o teste gratuito do Stoodi e começar a pensar no seu futuro? Experimente!

Aproveite e curta, no Blog do Stoodi, nossas aulas e exercícios de todas as disciplinas para chegar ao curso escolhido! Sucesso!

Related Posts

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Site Menu
© 2018 Stoodi. Todos os Direitos Reservados.